Conceição de Mato Dentro: um paraíso a ser descoberto!

Quando fomos convidados pela Anglo American para visitar Conceição do Mato Dentro nós ficamos muito animados, afinal, adoramos cachoeiras e já estávamos com vontade de conhecer a região, que todos diziam ser encantadora. Saímos confiantes de que encontraríamos muitas belezas por lá, mas nunca imaginamos que o passeio seria tão especial!

Com um relevo repleto de serras e montanhas, a Serra do Espinhaço é uma cordilheira cheia de surpresas, que revela paisagens mineiras surpreendentes e permite encontros com pessoas maravilhosas.

No grupo estavam a Maria Inácia e a Mirian, da assessoria, a Juliana, da Anglo American, a Jéssica e o Felipe, do Explore Minas e o Lucas e Antonelli do Terráqueos. Que turma sensacional, nós adoramos o clima e as companhias, que deixaram os dias ainda melhores.

Entre os atrativos naturais, tivemos a oportunidade de conhecer duas cachoeiras: a Cachoeira Rabo de Cavalo e a Cachoeira do Tabuleiro. Durante os percursos fomos acompanhados pelo Josimar, Analista Ambiental da Anglo American, e pelo Fábio, guia turístico que entende tudo da região, é muito simpático e cheio de histórias para contar.

A Cachoeira Rabo de Cavalo se destaca pela forma na qual a água cai. O que acontece é é um encontro entre dois braços do rio que se se cruzam formando um Y maravilhoso. O poço é fundo, porém sem correnteza, o que faz com que seja ótimo para nadar e relaxar. A trilha para chegar é bem fácil, sendo que pessoas de qualquer idade podem aproveitar a caminhada e claro, a água.

São aproximadamente 20 minutos para ir e 20 minutos para voltar e a maior parte do trajeto é plana. Atualmente tem pontes preparadas e tudo é muito sinalizado. No caminho, tem flores lindas e uma visual exuberante.

A Cachoeira do Tabuleiro, grande destaque da região, é a terceira maior do Brasil e a maior de minas, com 273 metros de queda livre e 311 metros no total. Com uma paisagem de tirar o fôlego, o parque fornece colete salva-vidas para que os banhistas estejam seguros. Nadar até embaixo da queda foi uma experiência única e agradável, apesar das águas frias mesmo nesse período do ano.

Chegar nessa cachoeira, no entanto, é um pouco mais complicado. Antigamente, a descida era perigosa e era realizada em uma trilha cravada na encosta de uma montanha. Hoje, após adequações realizadas pela Anglo American visando reparo ambiental e fomento turístico, são quase 700 degraus até o leito do rio, mais um percurso no meio das pedras, totalizando 2 km, tudo bem sinalizado, com corrimão e segurança. A dica de ouro é que você programe a volta para depois das 15h30m, evitando, assim, o sol escaldante.

Os passeios foram deliciosos e nós voltamos realmente impactados com a beleza da região e com a riqueza natural do nosso estado. Como sempre, igrejinhas lindas não faltam no caminho. Essa de Tabuleiro é puro charme:

Igreja Sagrado Coração de Jesus

Vale dizer que na volta desse passeio nós almoçamos no Restaurante da Família, que fica bem pertinho da cachoeira (Rua Principal, nº 51, Bairro Tabuleiro) e serve uma comida mineira simples, mas muito saborosa, em um lugar bem fresquinho e gostoso.

O frango é criado lá mesmo e os legumes, frutas e verduras são da horta deles, e todo o atendimento é feito pela família, que cuida de tudo com carinho. Tem coisa melhor que isso?

Além dessas trilhas nós também tivemos a oportunidade de conhecer a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição que está fechada e desde o ano de 2012 está passando por uma restauração completa.

Com influências chinesas e portuguesas, a pintura original só foi encontrada depois de 3 raspagens e é diferente de tudo que temos nas Igrejas de Ouro Preto, Congonhas e Tiradentes, por exemplo. A restauradora contou que o trabalho exigiu muita pesquisa e que eles fizeram, além da restauração das pinturas, um tratamento de reconstituição da madeira, sendo que partes inteiras do teto e dos altares foram desmontados, avaliados e depois recuperados.

A população nunca viu a Igreja com a pintura original e o acesso ainda está impedido. Mas esse ano, nas festividades de dezembro, ela será reinaugurada com muita alegria. Por lá estão todos ansiosos e repletos de expectativas.

Com certeza será uma grande surpresa. Nós ficamos emocionados quando entramos e vimos a beleza das pinturas e o amor com o qual o trabalho está sendo feito. Com certeza voltaremos à cidade para ver tudo pronto! 🙂

Para fechar o passeio com chave de ouro nós visitamos a Fazenda Córrego Taboão, comandada pela incrível Nicinha, e tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IPHEA).

Por lá queijos deliciosos são produzidos e a Nicinha acorda cedo, ordenha as vacas, tira o leite, cuida do curral e acompanha, pessoalmente, todo o processo de produção. Os queijos são certificados e ela tem orgulho do trabalho que faz e da história da família.

O passeio foi delicioso e o legal é que a fazenda é aberta à visitação. Lá é possível acompanhar a produção de queijo e ver, também, um museu que ela montou com peças antigas que fizeram parte da vida dela. É lindo!

Todos os passeios nós fizemos com a equipe da Espinhaço Tour. Eles foram muito gentis e cuidadosos, então recomendamos demais. Para organizar seu roteiro é só escrever para contato@espinhacoecotur.com.br ou ligar para (31) 9 9518-2238.

Se quiser hospedar na cidade, recomendamos o Átis Hotel, que tem ótima localização e é muito confortável. Gostamos muito das instalações e do café da manhã. Nós não jantamos por lá, mas o hotel também oferece jantar self-service e pratos à la carte.

Fotos: Fernando Ruiz e Isabela Lapa Coisas de Mineiro

Ah, lá tem muitos outros atrativos a serem descobertos. São várias cachoeiras, várias igrejas, tem o Mercado Municipal e por aí vai.

O pessoal da agência de passeios adora indicar atrativos culturais da região, então para se informar e organizar uma programação personalizada, de acordo com o seu gosto e com seus objetivos, é só entrar em contato.

Uma coisa é certa: lá é lindo e voltaremos com certeza!

Até a próxima, Fernando e Isabela!

2 comentários

  1. Estive em Conceição do Mato Dentro nesse feriado de 12/10 a 14/10/2018. Tudo muito bom. E o restaurante da Família é o melhor lugar para fazer uma refeição. Ficamos no vilarejo de Tabuleiro. Ótimo.

    1. Edmar, eu voltei encantada com a região, já quero passear por lá outras vezes.
      Que bom que gostou também! 🙂
      Minas é incrível.
      Bjs, Isabela!

Deixe uma resposta para Isabela Lapa Cancelar resposta