Cenário gastronômico em Belo Horizonte

Mais um dia de Coisas de Mineiro Move On! e é impressionante como a programação está rica e variada.

No primeiro dia conversamos sobre as várias formas de perceber a cidade; no segundo, apresentamos dicas gastronômicas, musicais e culturais.

No terceiro e no quarto dia aconteceram duas rodas de conversas importantíssimas: uma com representantes da gastronomia mineira, outra com representantes da cozinha internacional.

O intuito dessas conversas foi mostrar a riqueza da cozinha mineira e o quanto ela tem segredos, mas ressaltar que nossa cidade tem muito mais que isso, nós estamos de braços abertos para outras culturas e para ver além. Por isso somos reconhecidos como Cidade Criativa da Gastronomia pela UNESCO.

Para conversar sobre a Gastronomia Mineira tive a alegria de reunir Flávio Trombino, do Restaurante Xapuri, Caetano Sobrinho, Caê Restaurante Bar, Bruna Haddad, do Zuzunely, Fagner Rodrigues, cozinheiro e professor na Faculdade Arnaldo, e Edson Puiati, coordenador do Curso de Gastronomia da Una.

Nem preciso dizer que a conversa foi um mergulho na história da cozinha e também da cidade:

Para conversar sobre o impacto da Cozinha Internacional em BH, reuni Simone Biondi, do Est! Est!! Est!!!, Cristóvão Lauruça, dos restaurantes Caravela e Capitão Leitão, e Beti Monteiro, do Yukai.

Ass cozinhas italianas, portuguesas e japonesas são fortes na cidade e esses três abriram o coração no vídeo. Aproveite:

A programação está quase acabando, mas amanhã vamos encerrar com chave de ouro e vou passar aqui para te contar tudo.

Beijos, Isabela!

Você pode gostar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: