Da fazenda para a cidade: uma loja repleta de orgânicos, Wagyu e produtos especiais!

Alcançar a excelência. Esse é o objetivo do Evandro, da Laila e da Helena, proprietários da Fazenda Alegria, que existe há 30 anos e desde que surgiu se pautou em três pilares: sustentabilidade financeira, social e ambiental.

No início, a produção era de leite, e isso rendeu ao local importantes reconhecimentos nacionais e internacionais, como três vezes consecutivas o melhor plantel brasileiro, na maior exposição do Brasil (Expomilk/SP) e a Grande Campeã da Raça, no ano de 1997, em Wisconsin nos Estados Unidos. Atualmente, tantos anos depois, o que eles cultivam são hortaliças orgânicas e orquídeas. Por lá, também criam gado Wagyu, o boi mais nobre do mundo.

Os produtos estão com muita procura por parte de donos de restaurante e de pessoas em geral, que querem comer melhor, razão pela qual hoje, dia 2 de outubro, eles vão inaugurar a loja da Fazenda Alegria, em Nova Lima, no Bairro Vila da Serra.

Com a curadoria do Chef Massimo Battaglini, um italiano que vive há 20 anos no Brasil, a loja terá, além dos itens da Fazenda, mais de 200 produtos cuidadosamente selecionados. Nas prateleiras você vai encontrar itens de micro e pequenos produtores, além de produtos importados exclusivos.

Queijos, charcutaria, molhos, farinhas especiais, geleias, manteigas, chocolates e vinhos vão preencher as prateleiras da loja, para que você possa descobrir um forma diferente e única de se relacionar com a gastronomia.

Sucesso né?

O endereço é Alameda Oscar Niemeyer, 1033, Vila da Serra. O funcionamento é de segunda à sabado, de 10 às 19h. Para informações é só entrar em contato pelo telefone (31) 3318-0051.

A Fazenda:

Para comemorar a chegada da loja, no último domingo fiz uma visita à Fazenda Alegria para almoçar e conhecer o processo de produção.

Fiquei surpresa ao saber que a orquídeas, que eles buscam na Holanda por serem conhecidas como as mudas de melhor genética oferecidas no mercado internacional, gastam 49 semanas para florescer. Para que tudo corra bem, eles acompanham o processo diariamente e contam com uma sala de comando exclusiva, com tecnologia de alto padrão, já que qualquer alteração climática pode levar à perda de todas as flores.

Veja como elas são lindas:

Em relação aos orgânicos, eles possuem certificação do IMA desde janeiro do ano de 2015, e garantem uma alimentação mais saudável e saborosa. Como o Brasil é líder mundial no consumo de agrotóxico, é preciso ficar atento aos produtos que você vai escolher para colocar na sua mesa.

Aos optar por orgânicos você garante mais sabor e ainda cuida da saúde, já que agrotóxicos contribuem para a ocorrência de várias doenças como respiratórias, vários tipo de câncer etc.

Por lá eles produzem alface lisa, americana, crespa e roxa, alho poró, beterraba, brócolis ninja, cebolinha, cenoura, couve flor, couve manteira, hortelã, morango, milho, pimentão verde, quiabo, tomate italiano e muito mais.

É impressionante a diferença de sabor e de tamanho entre as hortaliças orgânicas cultivadas em condições ideais e aquelas que compramos normalmente em supermercados ou feiras. Provei um tomate direto do pé e sinceramente? Eu poderia comer todos os dias. O suco de morango, que eles serviram para nos receber, também estava impressionante.

Vale lembrar que é essencial que você confira a certificação antes de comprar produtos indicados como orgânicos, para não correr risco de ser enganado.

Por fim, eles apresentaram o Wagyu, uma das iguarias mais nobres do mundo, e o gado com maior predisposição genética para o marmoreio, o que significa que a gordura se distribui entre as fibras musculares, o que indica que o produto tem extrema qualidade, altíssimo sabor e maciez.

A gordura dessa carne é extremamente benéfica à saúde, por possuir alto teor de ácidos graxos insaturados, similares àqueles que encontramos no salmão, no azeite e no abacate.

O valor varia entre R$ 300,00 e R$ 600,00 o quilo, de acordo com o grau de marmoreio, que varia de 1 a 12, conforme uma tabela japonesa.

Convém ressaltar que na fazenda eles trabalham com manejo humanizado, abate individualizado e controle total de doenças e parasitas por meio de homeopatia.

O passeio foi especial e terminou com um almoço onde degustamos um pouco do que estará nas lojas. Meu conselho? Visitem! Os produtos são excelentes para ter em casa e consumir diariamente, ou para organizar jantares especiais para amigos e familiares.

Fotos: Isabela Lapa/Coisas de Mineiro

Beijos e até a próxima, Isabela!

Deixe uma resposta